Nos dias 10 e 11 de fevereiro, o zootecnista Alexandre Zadra foi responsável pelo treinamento prático de 40 técnicos de 11 plantas do grupo JBS que abatem para a produção da marca 1953.

Na tarde do primeiro dia de treinamento foi ministrada uma palestra onde Zadra detalhou as diferenças encontradas nos fenótipos de cada grupamento racial.Logo após foi feito o treinamento prático nos currais com os alunos.

Na manhã do último dia foi aplicada a prova prática nos currais do JBS, com oito lotes de animais cruzados. Na ocasião, os alunos avaliaram os lotes, onde deveriam aprovar cada lote exposto e passível de ser direcionado à produção da carne 1953.

Lembramos que para que o animal seja classificado como 1953 ele deve ser pelo menos 50% taurino. “O que sentimos ao final do treinamento foi o empenho de todos técnicos, onde os mesmos, ao final do segundo dia, estavam muito bem no tocante à definição dos biotipo raciais apresentados nos lotes”, destacou Zadra, que foi convidado para ser um consultor externo a fim de dirimir possíveis dúvidas dos técnicos através de um grupo criado.