No último dia 18 de maio, no quadro Zadra Responde, no Canal Rural, Alexandre Zadra respondeu a um criador que tem propriedade na região de Goiânia (GO).

Pergunta:

Zadra, é apropriado o uso de reprodutores Brangus para entourar vacas Zebu e azebuadas? Acha que vai dar um bom cruzamento? Conseguirei prêmio por qualidade de carne com estes animais? Pretendo utilizar creep feeding e confinamento para terminação dos animais.

Resposta:

O Brangus como touro vai muito bem aí na sua região, lembrando que é bom a gente ter uma suplementação na época da estação de monta e sombra para ele poder trabalhar com mais tranquilidade sobre as matrizes. Provavelmente ele vai cobrir nos momentos mais frescos do dia.

O cruzamento do Brangus sobre as Zebu vai gerar um animal 11/16 de Zebu no grau de sangue, ou seja, ele vai ficar quase ¾ azebuado. Hoje não temos premiação para esse gado dentro dos principais programas de carne de qualidade no país, mas é um animal muito rústico. Esse animal, que é bem azebuado vai muito bem no pasto, a recria é muito tranquila. Também vai ter uma fêmea muito boa. Essa fêmea eu a apelidei de 31. Eu cunhei o nome para ela, filha de Brangus na Nelore.

Ainda assim, é possível produzir carne de qualidade para agregar valor nos animais no cruzamento com as vacas azebuadas, dependendo do grau de sangue das matrizes. No gado azebuado, vai sair um animal praticamente meio-sangue europeu, aí já é um animal mais apropriado para você fazer carne macia, carne de qualidade. Dependendo do grau de sangue dessa mãe azebuada, você consegue fazer um animal que tenha mais que meio-sangue de raças europeias, de raça Angus, então você teria prêmio no seu gado.

Então pode utilizar o Brangus, vai muito bem no seu gado, mas apenas pensando em reposição de matrizes, que serão excelentes, e também fazer um boi pesado, mas prêmio por qualidade de carne, somente alguns animais podem receber, e dependerá do seu biotipo.