Pergunta:

Um dos projetos que assisto fica em Porto Murtinho, região do Pantanal sul-mato-grossense, onde faz muito calor no verão, com noites que atingem 30 graus. A fazenda conta com matrizes Nelore, cruzadas Angus/Nelore (F1). Essas F1 Angus foram inseminadas com Senepol. Tentamos emprenhar essas novilhas antes dos 14 meses e não conseguimos. Mesmo com peso acima de 300 kg, muitas não tinham puberdade.

Os bois tricross Senepol x F1 Angus ao abate apresentaram carcaças deficitárias em cobertura de gordura.

Qual raça você recomenda para usarmos sobre nossas F1 Angus/Nelore  Lembro que recriamos totalmente a pasto, onde pretendemos aproveitar as filhas dessas F1 como matrizes e abater seus irmãos em programas de carne de qualidade. Marcelo B. – Campo Grande (MS).

Resposta:

Marcelo, como o clima de P. Murtinho é muito quente e vocês recriam e engordam o gado a pasto, o ideal é usarmos a raça Montana ou outro taurino adaptado como o Caracu. Dessa forma, vocês fariam uma fêmea tricross de pelo zero e bois com bom tamanho e que se encaixarão no Programa 1953.

Quero lembrar que toda novilha tricross será menos precoce que uma F1 Angus/Nelore.

Bezerro Tricross Caracu x F1 Angus/Nelore. Pelo zero, adaptado às condições de clima quente

Novilha tricross Caracu x F1 Red Angus/Nelore. Boa precocidade e extrema adaptabilidade e habilidade materna